Inimigos em sua mesa: Comidas Mortais

- Anúncios -

Comida: apenas seis letras, porém com todo um universo por trás delas. Nossas vidas giram em torno do que nós comemos, do que gostaríamos de experimentar e do que queremos eliminar de nossa dieta. A comida funciona como um tipo de cola cultural, juntando famílias, amigos, ou criando momentos em que compartilhamos nossos alimentos. Ao mesmo tempo, a comida pode ser nossa pior inimiga: não estamos falando apenas das consequências extremas dos transtornos alimentares, e sim do senso de conhecimento e precaução que temos ao se aproximar de uma tábua de frios, por exemplo.

Algumas das comidas que comemos diariamente escondem alguns fatores mortais que a maioria das pessoas ignora. Vamos dar uma olhada em algumas porções de morte lenta que estão sendo servidas a você!

Margarina

https://anappleaday.net.au

A margarina entrou nessa lista por causa de sua alta percentagem de gorduras trans, que são relacionadas frequentemente à doenças do coração. Consequências perigosas além de ataques cardíacos podem estar relacionadas à amamentação: na verdade, as gorduras trans presentes na margarina diminuem a qualidade do leite materno, além de aumentar os níveis de insulina, já que estes podem aumentar até mesmo com uma pequena quantidade deste produto. Sabemos que a margarina é um ingrediente muito delicioso na culinária, mas pense em ambos o gosto e os riscos antes de exagerar na dose!

Refrigerante

- Anúncios -

https://images.medicaldaily.com

Água gaseificada, saborizantes e adoçantes são os três principais ingredientes que compõem essa bebida, muito popular no mundo todo. Além dessas, existem muitas outras adições que a transformam do que seria uma inocente “água alternativa” para um dos principais alimentos mortais. O motivo é simples: seu cérebro não consegue se satisfazer com bebidas açucaradas, então você continua bebendo e adicionando calorias sem nenhum valor nutricional em sua dieta diária, sem nenhum efeito positivo em sua saúde. A quantidade elevada de açúcar desnecessário, como a frutose, é convertida pelo seu fígado em glicose, que então é armazenada em seu corpo como gordura. Sabemos que você adora refrigerante, e a responsável por esse seu amor é a dopamina que seu cérebro fornece ao ingeri-lo.

- Anúncios -